Uma fatia de bolo de chocolate e um copo de vinho branco

Naquele momento compreendi o que já sabia: o que podemos imaginar sempre existe, em outra escala, em outro tempo, nítido e distante, como num sonho (Em “O Último Leitor” | Ricardo Piglia)

Foto: Viviane Zandonadi

Receita de luxo possível, entre as linhas e as ruínas: faça um bolo de chocolate bem forte, um pouco amargo e muito escuro e fofo. sem cobertura (vai ficar tão bom e intenso, que não precisa).

Quando esfriar, pegue uma fatia do tamanho que desejar no prato preferido e tente, no lugar do chá ou do café, beber junto uma taça de vinho branco bem gostoso (se puder, leve tudo isso para um canto de leitura: o bolo, o copo cheio, o livro e você inteira/o).

Fica divino e maravilhoso. Pode confiar.

Funciona com bolo de cacau também — foi assim, aliás, que eu descobri o que eu descobri, em encontros periódicos com uma amiga: um copo de vinho branco no meio da tarde de qualquer cor é um luxo possível ainda. Com bolo é refúgio. Com livro é amor.

É assim que a gente ganha tempo na vida.

Os comentários estão encerrados.

WordPress.com.

Acima ↑