Você vai ver

A menina e eu acabamos de ver La la land. A cada vez que assistimos, é um filme diferente para ela, que vai descortinando sentidos, fazendo mais perguntas e se admirando.

Nas duas cenas em que eu choro, ela diz ‘não precisa, respira’.

E passa um tempo tentando compreender como é feito um filme, em parte, sobre fazer filme. E música.

‘O homem que derrubou café na roupa dela é alguém da cidade, que estava passando, ou é um ator?’

É bom encontrar com ela em lugares incomuns. E de repente estamos falando de sonhos e frustrações, jazz, vestidos coloridos, observatório de estrela e da extraordinária logística que talvez exista para filmar um engarrafamento musical.

Em dez anos, nossa conversa sobre La la land será, ou seria, um pouco diferente. Isso de tão óbvio me parece extraordinário.

Lembro quando ela abriu a geladeira sozinha pela primeira vez. Chamei a cena de A Descoberta do Mundo. E pedi um Yakult.

Mais cedo, hoje, na mesa amarela, ela leu quatro histórias do livro das garotas extraordinárias (rebeldes), enquanto eu fazia nosso almoço. Uma garotinha transgênero, uma pirata, uma pintora, uma rapper. Sobre todas a gente acabou precisando conversar para entender como é possível isso ou aquilo.

Abrir a geladeira, o livro, ver um filme. Ouvir uma trilha sonora de Woody Allen. ‘Uma dia você vai ver os filmes pela primeira vez.’

Eu não sei muito bem o que estou fazendo, e vivo angustiada, porque queria fazer mais e melhor ou às vezes só queria dormir sem me preocupar com quase nada ou ter uma tarde de paz para fazer maratona de série ou, quando ela me perguntasse como é meu trabalho, dizer outra coisa além de “tentar colocar as palavras no lugar certo para mudar tudo”; seria talvez algo do tipo “ah, sabe aquelas músicas que tocam no fim dos episódios de Mad Men e etc.? Eu as escolho. No resto do tempo, arrasto travessões e movo palavras. Para mudar tudo.”

Muda? Ela ia perguntar.

Não. Nada.

E seria incrível do mesmo jeito.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s