Os três mosqueteiros, as trufas e o sexo

Diamonds_Are_Forever_(Shirley_Bassey)
Os diamantes são para sempre, cantou a Shirley Bassey para o James Bond. Mas, se os diamantes forem as trufas brancas, a temporada acaba em meados de dezembro. Depois, nada de trufa fresca. Só os derivados, como azeite, manteiga, reduções etc.

O que o livro Os Três Mosqueteiros tem em comum com a trufa, o diamante da cozinha?

O primeiro é um clássico da literatura francesa – e faz muita gente viajar. A segunda é um fungo raro, aromático e subterrâneo – e sua cotação está na casa dos 3, 4, 5… 6 000 euros o quilo (!). É encontrada em bosques úmidos, com a ajuda indispensável de cães farejadores.

Há espécies brancas e negras, sobretudo na Itália (mas não só, a França tem a negra périgord, por exemplo, e há registros de trufa branca na Croácia também).

Testemunhos de apreciadores sugerem verdadeiras epifanias ao entrar em contato com seu aroma – ou seja, a trufa também faz muita gente viajar.

Raspas de trufa fresca largadas (peço autorização ao meu professor-chef Marcelus Vieira  para usar um de seus termos preferidos) sobre o ovo, com gema ainda molinha, resultam em combinação quase entorpecente, de tão poderosa. A trufa vai bem na pasta, na polenta, na bisteca fiorentina… E não requer prática ou habilidade. O mais difícil não é laminar o fungo: é ter acesso a ele.

Polenta, bisteca fiorentina e trufa: epifania do paladar?

Polenta, bisteca fiorentina e trufa: epifania do paladar?

Pois tanto o romance de Athos, Porthos e Aramis quanto o diamante da cozinha fizeram a tinta da pena de Alexandre Dumas, o pai, se derramar toda sobre o papel. O escritor, que também é autor de O Conde de Monte Cristo, escreveu ainda no século XIX o Grande Dicionário de Culinária, editado no Brasil pela Jorge Zahar Editor.

Estou escrevendo uma reportagem sobre trufas: o que faz alguém desembolsar fortunas para sentir esse aroma enquanto come? (é mais aroma do que sabor mesmo). A pesquisa inclui uma manhã de caça ao fungo em San Miniato, na Toscana, nas terras de um autêntico marquês italiano – e isso não é conto de fadas.Na minha estante, encontrei também o seguinte verbete de Dumas. Página 269.

Compartilho, em trechos:

trufa. E eis que chegamos ao sacrum sacrorum dos gastrônomos, a esse nome que os gourmands de todas as épocas nunca pronunciaram sem levar amão ao chapéu, ao tuber cibarium, ao lycoperdon gulosorum, à trufa.

Você interrogou os cientistas perguntando-lhes em que consistia esse tubérculo, e, após dois mil anos de discussão, eles lhe responderam como no primeiro dia: ‘Não sabemos.’ Você interrogou a própria trufa, e ela lhe respondeu ‘Devora-me e adora a Deus.’ (…) A trufa, diz Brillat-Savarin, é o diamante da cozinha; suscita evocações eróticas e gastronômicas no sexo que usa vestido e evocações gastronômicas e eróticas no sexo que usa barba; não é em absoluto um afrodisíaco efetivo, mas em certas ocasiões é capaz de tornar as mulheres mais carinhosas e os homens mais gentis. (…) Ela recompõe as molas dos órgãos, reanima o sangue entorpecido, dá coragem, até mesmo inteligência…”

Detalhe: Grande Dicionário foi escrito no século XIX e registra, sobre as trufas, as mesmas dúvidas (e algumas fantasias) que os apreciadores arrastam até hoje e, segundo informa o autor, já arrastavam 2000 anos antes…

As trufas, o trufaio (caçador de trufa) e Lea, a cadelinha, agora com ar blasè: sem ela, nada feito

As trufas do dia (são feias, sim), o trufaio ou caçador de trufa e Lea, a cadelinha, agora com ar blasè diante de sua conquista exibida em bandeja de prata: sem ela, nada feito

4 pensamentos sobre “Os três mosqueteiros, as trufas e o sexo

  1. Provei a trufa na Croácia, finzinho de outubro. Não quis mais outra coisa!
    Que delícia! Era massa, carne vermelha, frango… tudo com trufas!
    Mas, o prato mais gostoso foi num restaurante a beira da estrada, de Pula para Zagreb, o Dina. Um filé maravilhoso com molho de trufas negras. estava divino! Nunca mais vou esquecer! Foi a melhor comida de toda a minha vida (que nem chegou à metade).
    Com certeza, vai ser difícil de ser superada em sabor, textura e lembrança…
    Parabéns à trufa!!!

    Curtir

  2. é possivel achar a trufa Branca fresca tambem no Brasil, tem um Emporio em SP que se chama Emporio Tartuffi que a vende!Eu comprei uma, é uma delicia!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s